"Muito na cabeça" O sofrimento do Último Samurai

11개월 전

Escrevo esse texto para falar sobre essa frase que me marcou no filme " O Último Samurai".

Para quem assistiu ao filme, acompanhou a história do americano Capitão Nathan Algren que, após uma batalha com os Samurais, foi levado por eles para seu local de morada e conviveu com a cultura Samurai durante boa parte do filme. No início, ele sofreu rejeição de praticamente todos lá dentro, pois, era visto como um estranho, além de ter matado um deles em batalha. Ele precisou ficar na casa da da esposa e filhos do homem que ele matou, sofrendo aversão da esposa do falecido samurai.

Aos poucos, ele começou á se comunicar tanto com Moritsugu Katsumoto, o líder do grupo Samurai, quanto com as outras pessoas lá dentro. Começou á participar da cultura deles se envolvendo nas atividades que eles faziam. Isso fez com que ele fosse melhor visto lá dentro e mais aceito pela cultura do povo que lá morava.

A questão aqui que quero abordar é a seguinte. Durante o treinamento que o Capitão Nathan Algren fazia com os samurais, ele não conseguia se concentrar de forma alguma e errava os movimentos. Em um desses erros, o personagem Nobutada disse para ele: "muito na cabeça". Eles iniciaram um diálogo sobre isso e Nathan Algren tentou acalmar seus pensamentos para realizar as ações de forma correta. Mas, que pensamentos eram esses?

Durante o filme, é mostrado que o capitão Nathan Algren participou de um exército que lutou contra índios e os dizimou. O problema dessa batalha, é que além de dizimar os guerreiros índios, o general de seu exército deu a ordem para matarem mulheres e crianças, ou seja, pessoas indefesas. Isso gerou um trauma imenso na cabeça de Nathan Algren.

Em várias cenas do filme o víamos pedindo a bebida "saquê", que era a forma que ele utilizava para lidar com o transtorno de stress pós traumático causado pela guerra a que foi submetido. Víamos o tempo inteiro um capitão atormentado pelas coisas que foi obrigado á fazer na batalha e sem saber como lidar com isso, não conseguia nem dormir direito. Tinha seus dias e noites atormentados pelas imagens da batalha.

Esse "muito na cabeça", frase dita por Nobutada, se referia á isso, á todos esse sofrimento que o capitão Nathan Algren passava e que apenas ele tinha conhecimento disso. Quem estava de fora, não via esse sofrimento que passava internamente.

Isso é o que acontece com veteranos de guerra. São expostos á sucessivas batalhas e depois precisam conviver com os resquícios de uma guerra sozinhos, abandonados pelo seu exército, que não dá apoio psicológico á eles.

Nos EUA, foi muito comum e ainda é o suicídio de veteranos de guerra que participaram da guerra do Vietnã. Foram para a guerra achando que retornariam como heróis, e, quando voltaram, além de todo trauma na cabeça presenciando mortes tanto de seus companheiros quanto "inimigos", perceberam que não tinham apoio nem do Exército nem da população. Eles eram vistos como máquinas de matar. Muitos se entregaram ao alcoolismo como o Capitão Nathan Algren e levaram suas vidas nesse "inferno mental". Os que não aguentaram mais lidar com a situação, infelizmente, retiraram suas vidas.

Para o alívio de Nathan Algren, a convivência com os samurais e sua cultura, trouxe certo equilíbrio para sua mente e ele conseguiu lidar melhor com essa situação. Porém, isso é algo que o deixará marcardo para o resto de sua vida, assim como todos os soldados que precisam participar de uma batalha.

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
STEEMKR.COM IS SPONSORED BY
ADVERTISEMENT
Sort Order:  trending

Parabéns, seu post foi selecionado pelo projeto Brazilian Power, cuja meta é incentivar a criação de mais conteúdo de qualidade, conectando a comunidade brasileira e melhorando as recompensas, obrigado!

footer-comentarios-2.jpg